CotidianoSaúde

Ansiedade! Você tem?

Ansiedade! Você tem?

Com a vida cada vez mais corrida, com a informação cada vez mais instantânea, com o acúmulo de compromissos na agenda, e com a corrida para o sucesso, estamos ficando cada vez mais ansiosos.

A ansiedade é um sentimento desagradável, vago, indefinido, que pode vir acompanhado de sensações como frio no estômago, aperto no peito, coração acelerado, tremores e podendo haver também sensação de falta de ar. É um sinal de alerta, que faz com que a pessoa possa se defender e proteger de ameaças, sendo uma reação natural e necessária para a auto-preservação, essa ansiedade é normal.
 
A ansiedade patológica, por outro lado caracteriza-se por ter uma duração e intensidade maior que o esperado para a situação, e além de não ajudar a enfrentar um fator estressor, ela dificulta e atrapalha a reação. O transtorno de ansiedade generalizada costuma ser uma doença crônica. É uma preocupação exagerada que pode abranger diversos eventos ou atividades da vida da pessoa e pode vir acompanhado de sintomas como irritabilidade, tensões musculares, perturbações no sono, entre outros. Costuma causar um comprometimento significativo no funcionamento social ou ocupacional da pessoa, podendo gerar um acentuado sofrimento.
mensagens-para-pessoas-ansiosas-1
Mais alguns dos sintomas.
  • Fadiga
  • Insônia
  • Falta de ar ou sensação de sufoco
  • Instabilidade ou sensação de desmaio
  • Dores no peito e palpitações
  • Afrontamentos, arrepios, suores, frio, mãos úmidas
  • Boca seca
  • Contrações ou tremores incontroláveis
  • Tensão muscular, dores
  • Necessidade urgente de defecar ou urinar
  • Dificuldade em engolir
  • Sensação de ter um “nó” na garganta
  • Dificuldades para relaxar
  • Dificuldades para dormir

Dr. Artur Brandão, no site “sua saúde” passa 7 dicas para aliviar a ansiedade.

  1. Mude sua atitude em relação ao problema. Tente informar-se sobre o que está causando a ansiedade.
  2. Respeite suas limitações e, quando for preciso, peça ajuda.
  3. Respire fundo e calmamente. Feche os olhos, imagine-se numa praia e imagine um mar com ondas cada vez mais lentas.
  4. Mantenha pensamentos positivos e evite situações que remetam a pensamentos negativos ou autodestrutivos.
  5. Valorize e viva o presente. Se a ansiedade é causada pelo passado, nada poderá ser feito para mudá-lo e, se for relacionada ao futuro, poderá te impedir de viver o presente.
  6. Identifique o que causa ansiedade ou tristeza e mantenha-os longe.
  7. Dedique-se a alguma atividade no tempo presente e mantenha sua mente focada neste objetivo, evite distrações e, principalmente, as situações que podem causar ansiedade.

O mais importante quando se desconfiar que se está sofrendo de ansiedade, é procurar um profissional, que orientará o melhor tratamento para o seu caso. Sim, porque somos únicos, e nossos tratamentos devem  ser personalizados. Não sei iluda, nem sempre o tratamento que deu certo com sua amiga, dará para você. Cuide-se!

1227 Views

Deixe um Comentário

Comments (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jan-1091

Aprenda a fazer o famoso pão do Outback

Relacionado

Capa VOLP final

Aplicativo da ABL permite consultar grafia de 400 mil verbetes

Relacionado

Pote-dos-sonhos

Projeto de Vida – Pote dos Sonhos

Relacionado

Receitas-caseira-para-cuidado-com-a-pele

Cuidados com a pele

Relacionado

Cabelo long bob e tons de ruivo e caramelo estão em alta na primavera

Relacionado

%d blogueiros gostam disto: